Você sabe como avaliar uma empresa para a venda? (calcular o valor de uma empresa) Se você nunca esteve envolvido na compra ou venda de outro negócio é bem provável que não. Porém, isso não deveria ser assim. A prática de avaliar o seu negócio de tempos em tempos é válida, até mesmo se você ainda não tem uma intenção de venda.

Fazer esse exercício de puxar dados históricos, elaborar projeções para o futuro e ter claro de que maneira performa cada área da sua empresa é sempre uma ação positiva, por lhe dar um panorama objetivo do que você tem hoje e novas perspectivas sobre o amanhã.

Se, por outro lado, a sua intenção é realmente vender o empreendimento esse também é caminho. Somente a partir de uma avaliação, você consegue uma boa base para negociar com possíveis investidores.

Sendo assim, confira agora os principais pontos que você deve ter em mente para quando for avaliar uma empresa para a venda.

A percepção de valor de uma companhia

A valor de uma companhia é formado a partir da junção de diversas variáveis e pode ser calculado por métodos de avaliação presentes no mercado, conforme falaremos mais a frente.

É importante ressaltar, entretanto, que esse resultado não é absoluto. Até mesmo se forem usados métodos de avaliação iguais, duas pessoas podem chegar a resultados distintos, pois, o cálculo é complexo e depende de muitas variáveis subjetivas.

Fora isso, mesmo depois de calculado, esse valor ainda tem que passar pelo teste do mercado. Não adianta nada ser feito um cálculo exato e detalhado, se no final das contas não houver quem esteja disposto a pagar esse valor. Em última instância, a sua empresa só vale aquilo que os investidores estiverem dispostos a pagar.

Isso não quer dizer que calcular o valor da sua empresa seja uma prática inútil. Afinal, essa avaliação pode lhe dar informações importantes sobre os principais aspectos que influenciam o valor da sua empresa, para serem usados na hora da negociação. Descubra quais são esses aspectos e de que forma eles influenciam na avaliação do seu empreendimento.

Lucratividade

O lucro é a alma do seu negócio, desse modo é ele também a principal estrela no momento de avaliar sua empresa. Sua projeção de lucro para o futuro é uma das principais coisas que um possível investidor irá analisar, antes de colocar dinheiro em jogo. Assim, como também o seu histórico. Logo, esse é um aspecto que influencia diretamente o cálculo do valor de referência ao final.

Por conta disso, uma dica importante para aumentar o valor da sua empresa é: mantenha a sua contabilidade em ordem. Ter um bom contador para te ajudar nessa tarefa é essencial.

Independência dos ativos

Os ativos de uma companhia é um conjunto de bens ou direitos com valor econômico que podem ser convertidos em dinheiro, por exemplo, toda a estrutura de uma fábrica. Os ativos são necessários para que o negócio funcione, porém, quando o valor da empresa está em sua maioria relacionada a ele, significa que o seu negócio vai mal.

Uma empresa saudável é avaliada pelo que ela pode render no futuro e não unicamente pelo agora. Quando é assim, significa que essa empresa já não tem mais perspectivas no horizonte e resta somente sua estrutura para vender.

Por isso, que quanto maior for o nível de independência da empresa em relação aos ativos, maior será o seu valor. Um teste para isso é você verificar o quanto prejudicado você seria, caso faltasse algum desses ativos.

Controle dos passivos

Um passivo nada mais é do que um saldo devedor que uma empresa tenha. Podem ser dívidas trabalhistas, fiscais, tributárias, empréstimos, contas de uma maneira geral. Tudo isso deve contabilizado na hora de avaliar uma empresa para a venda.

Não é um problema uma empresa apresentar passivos, desde que eles estejam controlados. Por outro lado, se a ideia é se prepará-la para a venda, a melhor opção é saldar essas dívidas antes de começar a procurar por investidores. Assim, você evita a desvalorização da sua companhia.

Variedade de clientes

Uma empresa com uma grande base de clientes indica uma maior atratividade de investimento. Isso porque essa capilarização do seu retorno financeiro torna-o mais seguro, já que se algo der errado com um cliente, você ainda tem vários para cobrir esse prejuízo. O mesmo vale também para a extensão territorial da influência, quanto mais expandida ela estiver entre regiões, mais valor tem.

A partir disso, se indica que um negócio para ser atrativo não deve ter nenhum cliente que seja responsável sozinho por mais de 5% do faturamento da empresa. Assim, não há razão para pânico caso um deseje cortar relações com a sua empresa.

Aumentando essa taxa, a influência da saída de algum cliente nas finanças da sua empresa sobe também, podendo em alguns momentos significar até a quebra da companhia.

Força da marca

A força da marca é talvez uma das variáveis mais importantes na hora de avaliar a sua empresa, porém, também talvez uma das mais difíceis.

O valor que uma marca tem depende da sua notoriedade, ou seja, não é nada que se consiga colher internamente, é uma informação que parte da relação dos seus clientes com sua marca.

Para se descobrir de que maneira isso se dá em um contexto real é preciso fazer análises de mercado, descobrir a amplitude geográfica, a capacidade de alavancagem, entre outros fatores. Quanto mais ligada ao consumidor ela for, mais valorizada ela será.

Longevidade do negócio

Calcular a longevidade da empresa é essencial para verificar o nível de risco do investimento. Isso porque negócios de baixa longevidade vão necessitar de uma reciclagem contínua e rápida para se manterem na ativa. Então, mesmo que sejam muito lucrativos, acabam se tornando uma opção menos segura para investimento, o que desvaloriza o empreendimento.

Como calcular o valor de uma empresa (como avaliar uma empresa para a venda?)

(Foto por Nastuh Abootalebi / CC0)

 

Agora que você aprendeu de que forma se dá a percepção de valor de uma empresa, descubra algumas dicas sobre como calcular o valor, na prática.

Não use a intuição

Uma empresa que você montou, trabalhou duro e viu crescer, certamente é algo a qual você se apega. Entretanto, esse sentimentalismo na hora de avaliá-la, só atrapalha. Adotar um distanciamento do seu negócio para descobrir o seu verdadeiro valor é ideal, porque os seus investidores não terão a mesma relação pessoal com a companhia que você tem e podem não ver o mesmo valor que você vê.

Se você não consegue se colocar nessa posição, a melhor opção é contratar um auxílio externo, como veremos a seguir.

Contrate uma consultoria de avaliação

Contratar uma consultoria para avaliar o seu negócio é a melhor opção para obter uma resposta fiel à realidade de mercado. Consultores externos possuem a experiência e frieza necessária para fazer esse cálculo.

Tirando a importância do distanciamento do seu próprio produto na hora avaliá-lo, é bem improvável também que você consiga fazer essa avaliação, se não for da área das finanças. O ideal, portanto, é contar com uma consultoria especializada para poder te auxiliar nesse quesito. O seu custo se justifica quando verificado os insights e benefícios a longo prazo.

Conheça os métodos de avaliação

valuation como calcular o valor de uma empresa

(Foto por rawpixel.com / CC0)

Existem 3 métodos principais no mercado para realizar essa avaliação. É importante que você conheça todos eles e entenda quais são as suas aplicações. Assim, mesmo que não realize o processo, você poderá gerenciá-lo de forma mais eficaz.

Método 1: Avaliação pela Renda (fluxo de caixa descontado)

A avaliação por meio do fluxo de caixa descontado é uma das formas mais utilizadas para avaliar uma empresa. Por meio dela é possível ter uma ideia do potencial de retorno que o negócio oferece. Na prática, esse método apura o valor do fluxo de caixa previsto para o futuro, porém, sem tirar os pés do chão. O seu diferencial é que ele considera uma taxa de desconto, que representa o risco assumido nesse investimento, procurando expressá-lo em valores atuais.

A complexidade deste método está na definição da taxa de desconto, que é algo mais subjetivo, pois, cada negócio irá verificar quais variáveis devem incidir sobre ela. Pode ser a taxa de juros, valor de depreciação, taxa de risco, custo de oportunidade, entre outras tantas possibilidades.

O que acrescentar nessa conta não é uma pergunta simples de responder, pois, é algo muito específico para cada situação. Por isso, reforçamos a importância de não negligenciar o auxílio de um profissional nesse momento.

Com esses dados em mãos você pode projetar o fluxo de caixa da sua empresa para o futuro. O mercado costuma fazer essa projeção para até cinco anos a frente. Porém, é preciso ter cuidado. Mesmo com muita pesquisa e técnica, as suas variáveis para o futuro continuam sendo previsões e elas podem não se provar verdadeiras lá na frente. Portanto, para amenizar essa possível discrepância é usado a técnica dos cenários.

Ao criar um cenário otimista e outro pessimista, realizando a alteração das taxas nesse sentido, você consegue se preparar melhor para o futuro, estando pronto tanto para aproveitar as oportunidades, se o melhor acontecer, quanto para se reerguer, se as coisas não forem bem.

Método 2: Avaliação pelo mercado (Múltiplos)

Quando você está buscando um produto para comprar na internet, o que você faz? Muito provavelmente visita várias lojas de e-commerce em busca de fazer uma análise comparativa de valores, não é mesmo? A ideia deste método é bastante similar.

Neste modo de avaliação, o valor da empresa é medido a partir da comparação do desempenho econômico-financeiro de empresas semelhantes no mercado, normalmente listadas na Bolsa. Esse é o método mais simples entre os 3 e permite uma comparação rápida e de fácil interpretação.

É possível, por exemplo, fazer uma comparação entre o valor de mercado de empresas similares à sua. Empresas listadas em bolsa tem o valor de mercado conhecido, basta multiplicar o preço da ação pelo número total de ações. Escolha pelo menos duas empresas similares a sua, some os seus valores de mercado e tire uma média desse número. Assim, você possui um valor de referência. A avaliação por múltiplos é ótima para comparação, porém, isoladamente é difícil utilizar para avaliar pequenas e médias empresas.

Método 3: Avaliação pelos Ativos (Valor Patrimonial)

O valor patrimonial da empresa é a soma de todos os seus ativos, como imóveis, maquinário, equipamento, dinheiro, estoque, descontados os seus passivos, que são as dívidas da empresa. É uma conta bem simples, desde que os números presentes no balanço patrimonial da empresa estejam atualizados e organizados.

O resultado deste método de avaliação tende sempre a ser menor que os outros, pois, não considera apenas a realidade atual e não as projeções futuras. É como se fosse uma foto da empresa. Esse é um método muito utilizado na negociação entre sócios, quando há uma eventual saída de algum deles e é necessário fazer a revisão societária.

Conclusão

Agora que você já aprendeu a como avaliar uma empresa para a venda, use essa informação ao seu favor. Não é preciso estar pensando em vender a companhia para poder fazer isso. Avaliar o seu negócio pode lhe trazer maior clareza sobre o que está funcionando e o que não e assim investir melhor o seu tempo e recursos.

De todo modo, se o objetivo for a venda, avaliar o seu negócio não é só recomendado, mas sim indispensável. Somente desse modo você possui um embasamento necessário para poder negociar com os seus investidores e alcançar um preço justo.

Por fim, conhecer os métodos de avaliação mais comuns no mercado é ótimo, porém, não dispense a ajuda de profissionais especializados na hora de fazer essa conta. Eles sabem mais do que ninguém como calcular o valor de uma empresa. Use esse texto como guia para encontrar a melhor forma e ajuda para avaliar o seu empreendimento. Bons negócios!

Consultoria Capital Invest

Nós da Capital Invest somos uma consultoria especializada em fusões e aquisições que soma mais de R$ 20 bilhões em transações como experiência nesse mercado, em pouco menos de duas décadas.

Por meio de nossa ampla experiência, conhecimento de diversos setores e presença global, através de parcerias em todo o mundo, podemos te auxiliar a avaliar e vender a sua empresa. Entre em contato conosco que nós podemos te ajudar nesse processo!